quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Escrever Primeiros Passos: Ideias, Desenvolvimento e Clichês

   Um autor precisa, mais do que uma boa ideia para ir adiante. Muito mais importante do que ter "A Ideia" genial, que poderá um Best Seller, é saber se ela pode ser viável. Por exemplo, eu tenho varias ideias (Plot) para histórias futuras, mas, que nesse momento não são viáveis, seja por falta de pesquisa, planejamento ou mesmo tempo, faltaria verossimilidade para essas histórias - que por mais fantasio que seja, precisa de certa lógica.
 

   Portanto, vou dar uma dica, que funciona para mim, na maior parte das vezes. Antes todas as ideias que tinha, eu corria para escrever, e na maioria das vezes - antes que a história tivesse um fim - me deparava com um bloqueio, um grande problema ou algo que impossibilitava que eu seguisse adiante. Eu não fazia pesquisas, e me deparava com a falta de informação, enfim, me via em um beco sem saída.


  Frustada eu achei que escrever, não era para mim. Esse momento veio com outro choque, mas, falaremos disso em um próximo encontro. Percebi com o tempo que escrever é uma questão de Pratica, Foco e Organização. Então, passei a usar um artificio. Antes de escrever qualquer coisa eu montava "o grosso" da história na minha cabeça: começo, meio e fim.
 

   No começo foi muito difícil, pois, ficava empolgada com determinada ideia, mas, a medida que me tornei "esse" um hábito minhas histórias ao serem passadas para o papel, em um planejamento. se tornavam mais fluidas. Pois, ao imaginar  as histórias em minha cabeça eu percebia o que era viável e o que não, e já podia descartar uma ideia que podia me fazer perder dias, meses e até anos, e não te levaria a nada. As ideias são essenciais na vida de um autor, mas, ele tem que ser capaz de ver quais são uteis e quais devem ser descartadas. Isso é muito importante.


   Tão importante quanto ter um ideia, e saber como moldá-la em uma história. Para isso você precisa pesquisar sobre o que vai escrever - acho que uma das coisas mais importantes - quanto mais informações, melhor você será capaz de descrever sobre o que desejar.
   Ter uma ideia é fácil, talvez a parte mais fácil, desenvolver essa ideia é que realmente é difícil.Montar como "tudo" vai acontecer. Uma dica que me ajudou é fazer fichas técnicas para seus personagens, que falará parte da história, eu particularmente faço para todos os personagens que acredito serem importantes a trama, mas, cada autor pode decidir de quais personagens fazer.


   Montar tópicos para organizar sua história, também ajuda. Esses tópicos serviram para que você não se esqueça de nenhum dado vital, bem como permite que tudo fique bem "amarrado" e sem pontas soltas. - a ultima dica foi "roubada" de Camila Deus Dará, uma BookTuber que eu admiro muito.


   Os tópicos podem descrever uma cena, ou um geral do que vai acontecer em determinado momento.
 

   Outra coisa muito importante é adotar uma postura profissional sobre a escrita, se você não encarar com seriedade, como profissão, ninguém mais vai. Então organização é essencial.
 

   Por ultimo, já ouvi falar, da boca de certos entendedores da literatura, que um autor, principalmente um que começou agora, nunca deve escrever histórias com clichês. A garota orfã(o), a menina pobre e o cara rico, a gêmea boa e a má. Enfim, eu discordo. Dizem que os temas foram explorados a exaustão, e talvez, se você ver com os olhos ao qual essas histórias são criadas, de fato. Mas, você pode criar algo completamente novo, inédito. Pode pegar algo clichê e transformar de acordo com sua criatividade.


   Um amigo certa vez ao ler uma de minhas histórias, disse que eu pegava os clichês e virava do avesso, deixando-os tão diferentes, que quase não se podia dizer que era um clichê. Então, eu realmente tenho um fraco para "histórias batidas".
 

   Você pode sim escrever sobre um clichê, mas, o segredo está em dar sua cara a história, e não ir pelo caminho usual. Inserir reviravoltas, surpresas e dramas próprios transforma a história por completo. Assim ela será única e especial, com a sua cara.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Escrever Primeiros Passos

Para você novo escritor que tem dúvidas de como escrever, que não sabe por onde começar. Seus problemas acabaram. Essa série vai solucionar seus problemas. Veja o vídeo:


Escrever Primeiros Passos